Chefe do Ministério Público do Pará visita Museu Francisco Coelho

A primeira visitação oficial de procuradores e promotores de Justiça do Ministério Público do Pará ao Museu Municipal Francisco Coelho, desde que o espaço foi inaugurado, em agosto de 2020, foi na tarde desta terça-feira (21). O prefeito de Marabá Tião Miranda e a presidente da Fundação Casa da Cultura, Vanda Américo, acompanharam o procurador-geral de Justiça, César Mattar Júnior, e a sub-procuradora, Ubiragilda Pimentel. As promotoras  de Justiça Mayanna Queiroz, Josélia Leontina e o promotor Erick Fernandes também fizeram parte da comitiva, além do procurador geral do município Absolon Santos.

“O Ministério Público tem uma participação muito grande nesse museu e a gente não pode deixar de agradecer. Foram  grandes parceiros pra acontecer esse belo museu que é a história não só de Marabá, mas da região. A preservação dessa história! Faz tempo que queríamos essa visita e agora tivemos a oportunidade de receber o procurador-geral”, comenta o prefeito.

O procurador-geral de Justiça, César Mattar, ficou impressionado com o espaço, que tem inclusive, em uma de suas placas, o reconhecimento a membros do Ministério Público que contribuíram para viabilizar a revitalização do palacete. Para ele, a parceria mostra o compromisso da instituição com o povo do município. “Além de linda obra, é impressionante como reflete não só a história da região como a cultura do seu povo. Quero deixar registradas as nossas homenagens, do Ministério Público do Pará, à prefeitura Municipal de Marabá pela magnitude dessa obra. É motivo de júbilo para o Ministério Público”, destaca o procurador-geral.

De igual forma, a promotora Mayanna Queiroz, elogiou o espaço e observa a contribuição do MPPA no processo. “O Ministério Público participou, desde um TAC, firmado entre a Prefeitura Municipal e a Vale, na revitalização do museu. Então, hoje, para a gente é um momento histórico de poder visitar o local já aberto ao público, podendo mostrar esse dinamismo histórico da nossa região. E poder ter contribuído para isso, faz com que a gente se sinta honrada. Desejo que a população se reconheça aqui e que as futuras gerações se sintam apaixonadas como a gente é”, ressalta a promotora.

Com admiração, a promotora Josélia Leontina, revela que já confiava no resultado final da obra. “Maravilhosa a impressão que tivemos agora, de como ficou o museu, a gente já sabia que seria um serviço bem feito. Mas me surpreendeu, porque não imaginei que ficaria tão bonito, apesar de  acompanhando a obra, ter visitado algumas vezes durante o período da reforma, não tinha visto ele pronto. Marabá merece, vai ficar pra história de Marabá. Um lugar muito bom pra trazer a família, amigos de fora”, pontua a promotora.

Museu Francisco Coelho

A história contada pelo museu perpassa desde o prédio, o qual está instalado. O Palacete Augusto Dias foi  tombado na década de 1990 e tem  81 anos de existência. A revitalização manteve as características originais do prédio, como o piso, janelas, escada, dentre outros ambientes, unindo passado e presente, permitindo a interação dos visitantes com a história local nos seus aspectos políticos, culturais, econômicos e ambientais.

Os espaços do museu estão divididos em história, ciclos econômicos, mineração, etnologia, arqueologia, espeleologia, geologia, botânica, lendas regionais, auditório, sala de exposições temporárias, lojinha e café do seu Chico.

As visitas podem ser feitas de terça à sexta-feira, das 09 às 17 horas, e aos finais de semana das 09 às 13 horas.  São permitidas no máximo 10 pessoas em cada grupo e as visitas são guiadas por estudantes de história. Vale ressaltar que durante a pandemia, o museu segue os protocolos de segurança, sendo obrigatório o uso de máscara e higienização das mãos.

O museu também trabalha com visitas agendadas para estudantes. Mais informações, você encontra nos canais digitais interativos InstagramFacebook ou Twitter.

Texto: Leydiane Silva
Fotos: Paulo Sérgio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas