FCCM: Biblioteca tem grande acervo literário sobre Marabá e região

Com mais de 7 mil exemplares de livros, a Biblioteca Aziz Nacib Ab´Saber, da Fundação Casa da Cultura de Marabá, disponibiliza um espaço amplo e aconchegante para quem busca acesso à leitura, informação, cultura e arte.

Com um vasto leque de livros, o acervo contempla todas as faixas etárias que desejam adentrar pelos caminhos da literatura e do conhecimento científico.

Visitantes e pesquisadores que vem à FCCM se encantam com a diversidade cultural que o espaço proporciona, como os setores de Arqueologia, Etnologia, Botânica, Geologia, Orquidário, Companhia de Artes e Biblioteca.

“Os livros mais procurados são de assuntos relacionados à Marabá e região, principalmente pelos mais velho, que querem relembrar e saber mais sobre a história daqui. Temos mais de 635 livros sobre essa temática”, diz Nilva Maria, responsável pela biblioteca.

 

 

 

Os principais visitantes – e mais assíduos – do espaço são os alunos da FCCM. Entre uma aula e outra as crianças surgem no local e ocupam as cadeiras para mergulhar no mundo dos livros. “Os pais também vêm para a biblioteca quando estão esperando os filhos. Ficam aqui lendo, estudando”, afirma Nilva.

A biblioteca da FCCM possui a troca de livro literário. Basta levar um livro em perfeito estado de conservação e escolher o livro que quer trocar. Mas só pode ser literário, livros didáticos não entram na troca.

A biblioteca fica aberta de segunda à sexta, das 8h às 16h. Para se cadastrar basta levar o documento de identidade com foto.

 

 

Aziz Nacib Ab´Saber

O nome da biblioteca foi dado em homenagem a Aziz Nacib Ab’Saber, natural da cidade de São Luís do Paraitinga (SP). Nascido em 24 de outubro de 1924, Aziz foi geógrafo e geomorfologista, professor universitário considerado referência em assuntos relacionados a impactos ambientais e meio ambiente. Em 1946 viajou pela Amazônia, em 1968 criou a Teoria dos Refúgios, que considera a biodiversidade da Amazônia resultado da interação de diferentes ecossistemas. Em novembro de 1986, a convite da Casa da Cultura, participou da 1ª Semana do Meio Ambiente de Marabá durante a comemoração ao Dia da Castanha. Foi grande incentivador da Casa da Cultura de Marabá.

Aziz faleceu em 16 de março de 2012, em Cotia, São Paulo.

 

Texto e Fotos: Ana Mangas (ASCOM/FCCM)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas