FCCM e UPF firmam parceria para Especialização em Patrimônio Espeleológico

Com o objetivo de formar profissionais capazes de atuar nas atividades relacionadas ao estudo de cavernas, como: geoespeleologia, hidrologia do carste, ecologia subterrânea, bioespeleologia, paleontologia, arqueologia, educação ambiental, espeleoturismos, entre outros, a Fundação Casa da Cultura de Marabá e a Universidade de Passo Fundo (RS) firmam nova parceria. Desta vez, será a Especialização em Patrimônio Espeleológico.

Com uma vasta área de atuação, o profissional formado poderá gerenciar projetos, relatórios de pesquisa, prospecção de campo, laudos e pareceres espeleológicos, processos de licenciamento ambiental que envolvam levantamentos e avaliações acerca do impacto das obras sobre o patrimônio espeleológico.


A crescente demanda por profissionais capacitados voltados para a área de espeleologia foi um dos principais fatores para que a FCCM pudesse corroborar com mais esse projeto educacional para a região.

“O núcleo de Espeleologia da Casa da Cultura tem uma demanda constante de profissionais para a prestação de serviços de consultoria no campo e na sistematização, análises, processamento e elaboração de relatórios técnico-científico no âmbito de licenciamento ambiental espeleológico. Estamos muito felizes em poder trazer essa especialização para Marabá”, diz Vanda Américo, presidente da FCCM.

Essa é a segunda parceria firmada com a UPF que atua desde 1998 na área de concentração de história, região e fronteiras, além de ter excelência na formação de pesquisadores e na produção de conhecimento.

“Queremos que seja mais uma oportunidade de potencializar a produção de conhecimento sobre o patrimônio espeleológico. Que dessa especialização saiam profissionais habilitados para trabalhar em qualquer região do país”, finaliza Vanda.

Aproximadamente três mil cavernas foram descobertas e pesquisadas pela FCCM, representando cerca de 10% das 22.846 cavidades conhecidas no Brasil. A Fundação é reconhecida nacionalmente pela grande contribuição ao Patrimônio Espeleológico Brasileiro, sendo referência na descoberta e exploração de caverna, principalmente na região Norte.

Informações:
Período de matrículas – 01/12/2022 a 01/02/2023
Período do curso (13 meses) – 03/03/2023 a 12/03/2024

Número de vagas: 35
Carga horária: 360 horas

Investimento:
Matrícula – R$ 94,30
Mensalidade (13 parcelas) – R$ 310,50

Contato:
Jacqueline Ahlert – (54) 98135-1538 / ahlert@upf.br
Maricélio Guimarães – (61) 98210-1049 / mmgbat@hotmail.comn

 

 

Ana Mangas (ASCOM/FCCM)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas