Núcleo de Zoologia da FCCM é destaque na conservação de rico acervo biológico

Com mais de 11 mil exemplares, o acervo no Núcleo de Zoologia da Fundação Casa da Cultura de Marabá possui uma coleção sistemática que inclui espécimes individuais, lotes, peças anatômicas, nidificações e produtos da atividade animal, entre vertebrados e invertebrados da fauna local.

Maria Betânia Furtado, coordenadora do setor, explica que a coleção pode ser entendida como uma coleção regional. “Essa coleção representa testemunho da fauna amazônica, principalmente da nossa região. Ela permite estudos científicos comparativos que contribuem para o conhecimento da fauna amazônica atual, como origem, evolução, distribuição e relação com os demais ecossistemas da região neotropical”, disse Betânia, que trabalha desde 2008 no setor.

Betânia trabalha desde 2008 no Núcleo de Zoologia da FCCM

Para ela, o trabalho no Núcleo contribui fornecendo subsídios científicos para estudos e ações, visando o conhecimento da biodiversidade, conversação ambiental e desenvolvimento sustentável da região.

Para conservar os exemplares, existe um processo de preparação, que varia conforme o grupo faunístico. “Invertebrados, como insetos, são presos com alfinetes entomológicos (que não oxida) e secos em uma estufa. Vertebrados de pequeno e médio porte são fixados com formol 10% e depois conservados via úmida, em álcool 70%. Invertebrados de baixa biomassa são conservados diretamente no álcool 70%, e os que possuem biomassa maior precisam ser fixados no formol primeiro. Aves e mamíferos, preferencialmente são taxidermizados”, detalha.

Ao longo dos anos, os colaboradores da FCCM passam por treinamentos e capacitações na área. O mais recente deles, foi o treinamento em taxidermia, com um técnico do Museu Emílio Goeldi, de Belém.

Doação e Visitas

Qualquer pessoa da comunidade pode doar um exemplar para o museu. Contudo, a incorporação ao acervo deve obedecer alguns critérios, principalmente em relação ao estado de conversação do exemplar.

O Núcleo de Zoologia da FCCM é aberto ao público e às escolas que queiram fazer uma visita.

Os interessados devem entrar em contato pelo telefone para realizar o agendamento.

Contato: 94 3322-2315

 

Texto: Ana Mangas (ASCOM/FCCM)

Fotos: FCCM

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas