Professor da Unifesspa publica resenha sobre o Livro do Divino

O professor de História da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Geovanni Cabral, escreveu uma resenha sobre o livro A Festa do Divino Espírito Santo. A publicação foi feita na Revista Escritas do Tempo, que nasceu como uma das primeiras ações do Programa de Pós-Graduação em História da Unifesspa.

Geovanni Cabral, professor da Unifesspa, no dia do lançamento do Livro no I Giro Cultural no Museu

Para o professor, o registro documental da Festa do Divino é uma memória para a cidade de Marabá. “A festa e todo seu cortejo, escrita nas páginas desse livro, é uma referência para que professores possam trazer para a sala de aula, apresentar, mostrar e indicar o quanto Marabá se destaca em termo de identidade cultural e patrimonial”, diz Geovanni Cabral.

Ele afirma que independente da crença religiosa, não se pode silenciar a festa, a história e a popularidade do evento. “Esperamos que esse livro possa ser utilizado nesses espaços educacionais, pois só assim poderemos pensar em uma educação patrimonial. Os jovens precisam conhecer, visualizar, respeitar e reconhecer a importância enquanto expressão cultural da cidade”.

 

Ramon Cabral e Vanda Américo no lançamento do livro

 

O livro foi idealizado por Vanda Américo, presidente da Fundação Casa da Cultura de Marabá, e o projeto foi executado através do trabalho de pesquisa da história da festividade realizado por Ramon Cabral, educador patrimonial da FCCM.  “Estou muito feliz pelo sucesso e reconhecimento que o Livro do Divino está tendo. Ver filhos, netos e bisnetos levando a diante essa devoção é emocionante”, diz Vanda Américo.

“Ao longo do trabalho percebemos a necessidade de fazer um algo a mais. Só o registro dessa memória e relatos pra deixar nos acervos da Casa da Cultura não iria chegar à comunidade. Foi então que tivemos a ideia de fazer o livro, que pode ser acessado por todos, para quem quiser conhecer a história do Divino em Marabá”, disse Ramon Cabral, educador patrimonial, no dia do lançamento do livro no I Giro Cultural.

 

Com a resenha publicada, Geovanni Cabral elogia a iniciativa do livro. “A gestão municipal e a FCCM estão de parabéns por investir e possibilitar esse tipo de trabalho e pesquisa. Que outros projetos contemplem a cultura e a história dessa jovem cidade do sudeste paraense”, finaliza.

Pra quem deseja ter acesso a resenha do professor Geovanni Cabral, basta acessar o link https://periodicos.unifesspa.edu.br/index.php/escritasdotempo/article/view/1872

 

Texto: Ana Mangas (ASCOM/FCCM)

Fotos: Wellington Mota e Duo Produtora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Pular para a barra de ferramentas